sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Aquarela, Aquaterra, Poema de Clevane Pessoa para Tela de Neuza Ladeira.

Aquaterra, aquarela

A cor quente de um outono inesperado/
lembra as pontas das chamas de uma queimada/
que não destrói,/
mas alimenta o seio da Terra/
para que alimente o deleite/
da contemplação...

Clevane Pessoa,about essa aquarela da artista e poetisa Neuza Ladeira.

Um comentário:

  1. Bonito espaço, Clevane! Virei sempre saborear seus poemas! Grande beijo

    ResponderExcluir